Algumas doenças em cães são provocadas pela presença de parasitas no organismo, os quais podem causar sérios problemas de saúde

A coccidiose em cães é exemplo disso: a doença é causada por um protozoário que se instala no organismo do cachorro, levando ao desequilíbrio intestinal.

Sendo assim, o tutor deve ficar atento a qualquer sinal e tomar o cuidado de levar seu peludo periodicamente ao veterinário Clínica Veterinária.

Dessa forma, doenças como essa podem ser diagnosticadas a tempo, antes de causarem desconforto e outras consequências mais sérias que possam comprometer a saúde do pet.

Neste artigo, falamos sobre essa enfermidade e como tratá-la. Quer saber mais? Continue a leitura e confira!

O que é a coccidiose em cães?
A coccidiose canina ocorre quando o hospedeiro — nesse caso, o cão — ingere os parasitas, que passam a viver no seu intestino. Os coccídeos de cães mais frequentes são Cystoisospora canis, Criptosporidium canis, C. ohaiensis, C. neorivolta e Hammondia heidorni. O problema, é mais comum em filhotes, mas pode atingir cães de todas as idades.

E, se não bastasse, esses parasitas podem contaminar também os felinos e até mesmo os seres humanos.

É importante ressaltar que, apesar de a doença não ser apontada como uma enfermidade grave, ainda assim, ela necessita de cuidados para que os problemas não evoluam e se tornem mais difíceis de serem solucionados, causando desconforto cada vez maior para o pet.

De que forma ocorre o contágio?
O contágio ocorre por meio do contato do animal com os oocistos do protozoário — formas imaturas do parasita. Eles sobrevivem por muito tempo no ambiente e, por isso, é comum que infectem a água e os alimentos dos animais. Por isso, é essencial a limpeza diária do local onde os pets vivem.

Quais os principais sintomas do coccidiose canina?
Quando o protozoário se instala nas paredes do intestino do animal, passa a se reproduzir muito rapidamente. Por isso, os cachorros contaminados por esses parasitas podem apresentar uma série de sintomas. Confira os principais:

Clínica Veterinária

febre;
vômito;
diarreia sanguinolenta;
perda de peso;
desidratação;
apatia e cansaço.
Vale ressaltar que as manifestações clínicas nem sempre aparecem. Em muitos casos, pets fortes e saudáveis podem viver com o parasita sem que se perceba, pois não apresentam nenhum sintoma.

No entanto, cães filhotes, bem como os idosos ou doentes, com imunidade baixa, geralmente são mais suscetíveis. Para eles, a doença oferece mais riscos se não for tratada corretamente.

Coccidiose canina sintomas

Como ocorre o diagnóstico da doença?
O diagnóstico é feito em uma consulta clínica com um veterinário, em que são informados os sintomas observados pelo tutor. Em seguida, são solicitados exames veterinários laboratoriais como o de fezes para detectar a presença dos oocistos do protozoário e, assim, fechar o diagnóstico.

Como prevenir a doença?
A vermifugação periódica de acordo com a orientação veterinária é capaz de manter seu animal de estimação longe da contaminação por protozoários. A limpeza diária do ambiente em que o bichinho fica também é essencial na prevenção da contaminação desse e de outros parasitas.

Como é o tratamento?
Após o diagnóstico da doença, o veterinário indicará o melhor tratamento a ser seguido. Dependendo do caso e do estágio da enfermidade, alguns medicamentos como antibióticos poderão ser adicionados ao tratamento.

Como você percebeu neste artigo, é essencial que o tutor esteja sempre atento aos sintomas de seu amigo peludo. Afinal, a coccidiose canina, como muitas outras doenças parasitárias, pode facilmente contaminar o pet sem que se perceba no início.

Pensando nisso, não hesite em buscar um atendimento veterinário sempre que notar algo diferente no comportamento de seu cachorrinho. Assim, você evita que qualquer mal que acometa seu amigo peludo avance.

Gostou do post? Está preocupado com o seu cãozinho? Confira as especialidades médicas de nossa clínica veterinária e saiba como podemos ajudá-lo — estamos sempre preparados para atender seu pet!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *